TRABALHO DE RESSOCIALIZAÇÃO: Comunidades terapêuticas evangélicas atenderam mais de 9 mil usuários de drogas

Dado se refere ao ano passado; trabalho faz parte das políticas públicas sobre entorpecentes, previsto pela Lei Federal nº11.343/2006.
Dados da Rede Maranhense de Diálogos sobre Drogas (Remadd) apontam que as comunidades terapêuticas (CTs) ligadas às congregações evangélicas atenderam, somente no ano passado, mais de 9 mil dependentes químicos em todo o estado. O trabalho, de acordo com a direção da entidade, faz parte das políticas públicas contra o uso de entorpecentes, conforme prevê a Lei Federal nº11.343, de 2006.

Além da recuperação da dependência química, o trabalho – predominantemente voluntário – contribui com a reinserção dos usuários às atividades sociais. No total, ainda segundo dados da Remadd, existem 30 comunidades distribuídas em todo o estado na promoção do trabalho de recuperação dos dependentes e em contato direto com a Rede.

Segundo o presidente da Rede Maranhense de Diálogos Sobre Drogas (Remadd) Erisson Souza, inicialmente o acolhimento possui a assistência dos centros de Atenção Psicossociais (Caps) das redes pública municipal e estadual. Em seguida, após o tratamento medicamentoso, os pacientes são submetidos às atividades das CTs. “Nós não trabalhamos com o uso do medicamento, e sim com o acolhimento destes pacientes”, frisou.

Ele também confirmou a O Estado o início de uma parceria entre a Remadd e o poder público. De acordo com o dirigente, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) se comprometeu a auxiliar na assistência dos dependentes. “Desta forma, vamos ampliar nosso leque de ajuda e assistir ainda melhor estas pessoas”, explicou Erisson.

A Remadd intensificou os trabalhos a partir de 2015, quando incentivou a promoção de audiências públicas, encontros com instituições dos eixos contemplados e entidades que estabelecem diretrizes para a construção de uma legislação que estabeleça ações contra as drogas. Segundo a Remadd, as CTs são atualmente reconhecidas pelo Ministério da Saúde (MS).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.