A CASA CAIU!! Contra fatos não há argumentos, seu Dino!

O ex-diretor da empreiteira Odebrecht, José de Carvalho Filho, durante o depoimento dado à Lava Jato, disse que o comunista Flávio Dino teria recebido propina em troca de voto favorável como relator ao Projeto de Lei 2.279/2007, que se aprovado atribuiria “segurança jurídica a investimentos do grupo Odebrecht”. O delator disse que a grana da corrupção foi entregue diretamente para o parlamentar, conforme apurou a Folha de São Paulo.
O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) divulgou em suas redes sociais uma certidão obtida antes da quebra de sigilo pelo STF (que só ocorreu nesta terça-feira, 11) e diz que não deu qualquer parecer a favor ao projeto que beneficiaria diretamente a Odebrecht. À época, Dino era deputado federal.
Os fatos apurados pelo blog jogam por terra a suposta prova de Flávio Dino. Confira….
1 – No projeto de Lei 2279/2007, de interesse da Odebrecht, a turma do PC do B atuou pesado: Vanessa Grazziotin – PCdoB/AM, Manuela D’ávila – PCdoB/RS, Chico Lopes – PCdoB/CE, Perpétua Almeida – PCdoB/AC, Alice Portugal – PCdoB/BA, Jô Moraes – PCdoB/MG, Daniel Almeida – PCdoB/BA. Já com Flávio Dino – PCdoB/MA, o compromisso acertado seria na relatoria do projeto, o que não ocorreu em razão do projeto ter sido arquivado. À época, a Câmara decidiu pelo arquivamento do projeto, mais os representantes do PC do B continuavam tentando beneficiar a Odebrecht.
1ª TENTATIVA – Jô Moraes DEPUTADA FEDERAL PCdoB/MG pediu em 02/02/2015 o desarquivamento do PL 2279/2007 (Confira…).
2ª TENTATIVA – Deputado Daniel Almeida – PCdoB/BA persistia no pedido de desarquivamento do projeto citado na certidão solicitada por Flávio dino, confira — 
O Diabo diz no Bíblia: ” Pele por pele!, … O homem dá tudo o que tem para salvar a própria vida” (Livro de Jó 2.4).
É o que fez o governador do Maranhão.
Não me venham com mi..mi..mi de honestos, honrados, íntegros. Basta!!!! 

Confira a nota do PCdoB

Partido Comunista do Brasil
Comitê Estadual do Maranhão
 
O Partido Comunista do Brasil vem a público manifestar absoluta solidariedade ao governador Flávio Dino, vítima de citação injusta por suposta prática ilícita que jamais cometeu.

A acusação descabida realça aos olhos do Maranhão e do Brasil os excessos da chamada Operação Lava Jato, que no correto combate à corrupção infelizmente se transforma, em muitos aspectos, numa cruzada político-ideológica que atropela as Leis e a Constituição.

A acusação feita ao governador Flávio Dino é totalmente sem sentido, irreal. Ele jamais relatou o projeto de lei citado como também jamais recebeu qualquer contribuição da empresa Odebrecht, tampouco a suposta senha mencionada.

Da própria fraqueza da denúncia emerge forte e cristalina a verdade: Flávio Dino, uma vida limpa e honrada.


Direção Estadual do PCdoB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.