BOMBA!! Temer comete novo crime de obstrução da Justiça nesta segunda-feira (26)

Por BRUNO BOGHOSSIAN, da Folha Online

Folha Online registrou na noite desta segunda-feira (26):

ESTRATÉGIA

“Temer mobilizou ministros e líderes da base aliada para barrar a denúncia elaborada com base nas delações de executivos da JBS.
Uma das estratégias do governo é articular a substituição de titulares e suplentes na CCJ para garantir a presença de parlamentares combativos e alinhados com o Palácio do Planalto, para que eles defendam insistentemente o presidente nos debates. 
O objetivo é tentar enfraquecer as acusações ainda na comissão, que precisa emitir um parecer sobre a admissibilidade da denúncia antes que ela seja votada no plenário. 
Para que um processo contra Temer seja aberto no STF (Supremo Tribunal Federal) a partir dessa acusação, é necessária a autorização de ao menos dois terços da Câmara –ou seja, 342 deputados. O Planalto quer derrubar esse processo na Câmara na primeira quinzena de julho. 
Além de abreviar prazos na comissão, Temer pretende negociar a nomeação de um relator simpático ao governo e obter um placar folgado contra a denúncia do procurador-geral Rodrigo Janot. 
O Planalto trabalha para que o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), indique para a relatoria um parlamentar peemedebista gaúcho: Alceu Moreira ou Jones Martins. 
A avaliação do Palácio do Planalto é que, quanto mais se estender a tramitação da denúncia, maior será o desgaste do presidente e a duração da crise política, que tem afetado o cronograma das reformas governistas”.
Tudo isso aí é chamado de obstrução da Justiça, ou oficialmente, de “crime contra a administração da Justiça“, definido nos Art. 338 – Art. 359 do Código Penal Brasileiro e na Lei 12.850/13, que Define organização criminosa e dispõe sobre a investigação criminal, os meios de obtenção da prova, infrações penais correlatas e o procedimento criminal: 
Art. 2º Promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa: 
Pena – reclusão, de 3 (três) a 8 (oito) anos, e multa, sem prejuízo das penas correspondentes às demais infrações penais praticadas. 
§1º Nas mesmas penas incorre quem impede ou, de qualquer forma, embaraça a investigação de infração penal que envolva organização criminosa.
Quando Temer resolve Mobilizar ministros para pressionar parlamentares a votarem para acobertarem seus crimes, ele comete às claras o crime de de obstrução da Justiça, ou oficialmente, chamado de “crime contra a administração da Justiça“.
Janot nele novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.